O uso da terra como fonte de desenvolvimento: Prefeitura promove 1ª Feira da Agricultura Familiar e homenageia produtores rurais em Alagoinhas

Foto: Ana Maria Simono/SECOM
“Tudo o que vai pra mesa deles vem da gente”. Foi com essa declaração simples, de quem sabe que a terra alimenta, nutre e faz crescer, que Raimunda Santana de Souza, de 49 anos, falou sobre a atividade que começou há cerca de 2 décadas, quando ela começou a plantar. Da roça, vieram milho, cana, cenoura, goiaba, mamão, aipim, que ela transformou em bolo, empanada, mingau, cocada e goiabinha para vender na feira.

Nesta quinta (25), Raimunda foi uma das produtoras participantes da 1ª Feira da Agricultura Familiar, promovida pela Secretaria Municipal de Agricultura (SEMAG), em parceria com a União das Associações Rurais de Alagoinhas (UARA), que homenageou o trabalhador e a trabalhadora do campo, chamando a atenção para a importância da agricultura familiar na segurança alimentar e no desenvolvimento rural sustentável.

Os números mostram que a agricultora estava certa quando disse que o que vai para a mesa das pessoas é resultado do trabalho desenvolvido no campo de pequenos produtores familiares. Em índices gerais, mais de 80% da mandioca e 70% do feijão servidos cotidianamente no prato do brasileiro vêm da agricultura familiar.

Foto: Roberto Fonseca
O produto que vem da terra gera renda para as famílias do campo, enche as panelas de quem está na cidade, abastece a cesta de quem está na feira e gera excedente, movimenta a economia e toda a cadeia produtiva da região.

Foi apostando no desenvolvimento impulsionado pelo cuidado com a terra e valorizando o trabalho desses produtores que a Prefeitura reuniu, no Dia da Agricultura Familiar, representantes de instâncias municipais, sociedade civil e membros das associações rurais para uma programação com palestras, atendimento gratuito ao cidadão, comercialização de produtos e estandes, além de apresentações musicais.

Em meio ao verde dos legumes, vegetais, ervas, dos atendimentos oferecidos no estacionamento da Prefeitura e dos produtos orgânicos, a 1ª Feira da Agricultura Familiar trouxe samba de roda do Catuzinho e show de forró.

“É mais uma iniciativa do governo Joaquim Neto, em parceria com a UARA. O prefeito tem uma atenção especial com as questões da zona rural e sabemos que existem desafios, mas estamos conseguindo avanços. A entrega de adubo orgânico para incremento à produtividade nas lavouras, a distribuição de insumos e o apoio às associações rurais, por meio de capacitações, maquinário e parcerias, fazem parte dessa busca da gestão, através da Secretaria Municipal de Agricultura, por políticas públicas que potencializem o desenvolvimento do campo e também em apresentar subsídios para que essa produção dos agricultores se torne cada vez mais eficiente. Temos visto essa transformação se concretizar na prática, com os incentivos”, afirmou o secretário municipal de agricultura, Geraldo Almeida.

O evento, organizado através da parceria entre Prefeitura e UARA, foi aberto ao público e contou com apoio de parceiros da iniciativa privada e das instâncias municipais.

Foto: Roberto Fonseca
Além do prefeito Joaquim Neto, que marcou presença na Feira, do presidente da UARA, José Linaldo, e do secretário de agricultura, Geraldo Almeida, também participaram da iniciativa os vereadores Pastor Lins, Cleto dos Santos, Edilson Ferreira Lima (“Duy do Frango”), Raimundo Alves (“Gode”), o diretor do IF Baiano, Renato Mascarenhas, o presidente do Sicomércio, Benedito Vieira, o representante da Faculdade Santo Antônio e os secretários José Edésio Cardoso, Rosania Rabelo, Raimundo Queiroz e David Ribeiro.

No total, 34 associações estiveram presente na Feira. No local, foram oferecidos também atendimento médico, odontológico, aferição de pressão, teste rápido, escovação supervisionada e imunização, além de cadastramento via SEMAG para a DAPS e serviços da SEMAS e da Ouvidoria. 500 mudas de laranja foram distribuídas pela Secretaria de Agricultura durante o evento.

“Pra mim, é um motivo de muita alegria saber que alguém se lembrou de nós, agricultores. O que a gente cultiva é um produto natural, sem química. Aqui temos a rúcula, o coentro, ovo de quintal, cana, pão caseiro da nossa comunidade, bolo de batata doce, proa, laranja, mudas de plantas, milho. Tudo do Cangula. Nós mesmos plantamos, colhemos e trazemos para a cidade para vender. Temos produtos que aprendemos a fazer e o adubo também, que aproveitamos as plantas, as folhas dos legumes. Tem a prefeitura, a Secretaria Municipal de Agricultura, que nos fornece o adubo todo ano e nos ajuda também”, salientou a produtora rural do Cangula, Cristina Carvalho.

Foto: Roberto Fonseca

Foto: Roberto Fonseca

O uso da terra como fonte de desenvolvimento: Prefeitura promove 1ª Feira da Agricultura Familiar e homenageia produtores rurais em Alagoinhas O uso da terra como fonte de desenvolvimento: Prefeitura promove 1ª Feira da Agricultura Familiar e homenageia produtores rurais em Alagoinhas Reviewed by Portal NA on julho 25, 2019 Rating: 5
Tecnologia do Blogger.