Mulher é ameaçada e tem casa invadida dois dias seguidos por perseguidor

Foto: Reprodução
Uma família da cidade de Nordestina, localizada a cerca de 340 km de Salvador, está vivendo um pesadelo desde a noite de sexta-feira (10). Isis Graziela contou ao BNews que teve sua casa invadida por um perseguidor armado com uma faca, ameaçando matar seu marido, machucar a sua família e falando diversas obscenidades.

Ela contou que o rapaz é morador da cidade há muitos anos e não é o primeiro caso de agressão envolvendo o suspeito: “Não foi o primeiro caso que aconteceu na cidade, ele já tem outros casos de agressão, dele invadir lugares, quebrar coisas, já é reincidente esses casos de violência dele”.

Isis explicou que há uma semana ele começou a frequentar a sua loja, mas como é um estabelecimento comercial, ela contou que não tinha muito o que fazer: “Ele entrava bem pacífico, examinava toda a loja, olha a mercadoria, sentava, conversava sozinho e eu saía ou chamava meu marido”.

Segundo o relato da mulher, na sexta-feira, quando ele viu o marido com Isis em casa, começou a gritar mandando o homem descer que iria mata-lo, que iria derrubar a porta. Segundo ela, na cabeça do rapaz, ele seria o seu marido e não aceitava que ela estivesse na casa com outro homem: “Nesse momento a gente já estava ligando para a polícia sem parar e ninguém vinha. Até amigos da gente foram até a delegacia e isso demorou 40 minutos e a cidade é muito pequena”.

“Como o foco dele era o meu marido, eu pedi que ele saísse de casa, o tranquei na varanda no fundo e fui convencer [o suspeito] a não invadir minha casa, mas quando eu voltei ele já estava subindo a escada, arrombou a porta e entrou por um buraco que ele mesmo abriu [ ...] Eu, com calma pra tentar entender o mundo dele, o que ele ia faze, fui descendo aos poucos a escada e ele foi descendo atrás. Quando cheguei na rua fui me afastando mais, e ele o tempo inteiro com a faca na mão, dizendo coisa”, afirmou a jovem. Em seus Instagram ela também relatou as ameaças que ele fez contra o filho dela: Ele entrou, eu tendo um filho de 8 anos de idade que apesar de não estar em casa, o louco foi específico em dizer que conhecia meu filho, dando características físicas da criança.

Ela contou que não teve ajuda de nenhum vizinho e, durante todo o tempo, estava com a filha de 1 anos e quatro meses no colo. Enquanto estava na rua, ela deu a filha para uma pessoa que passava de carro e pediu para cuidar da menina e ela entrou em uma casa vizinha para se proteger.

O suspeito foi levado pela polícia, mas no sábado ele retornou para a casa de Isis e voltou a arrombar o portão, só que a família não estava em casa: “Dessa vez quem veio tirar ele de dentro da minha casa foi o meu pai, que saiu da casa dele e veio resolver o problema. Ela já havia tirado a roupa na rua, invadiu a casa novamente e quando o meu pai chegou ele estava sem roupa”.

Isis explicou que ele foi levado para o hospital, mas fugiu, e na segunda (13) foi novamente parar na sua porta: “Dessa vez eu estava em casa com meus dois filhos, meu marido e outros familiares e ele não fez nada porque se sentiu coagido porque tinha muita gente na frente da minha casa”.

Depois ele saiu correndo na rua, foi para casa na minha sogra e entrou na igreja. Conforme Isis, a polícia conseguiu pegá-lo, levou novamente para o hospital e hoje foi transferido para uma unidade de tratamento em Feira de Santana.

O medo da mulher é saber o que vai acontecer após o homem ser liberado. “Quando ele tiver melhor, sob controle, vão jogar ele dentro da minha cidade novamente e não sabemos o que vai acontecer”. A reportagem tentou contato com a prefeitura de Nordestina para falar com a secretaria de Saúde para saber o que pode ser feito com o suspeito, já que, segundo a vítima, a mãe dele já é falecida, o pai é alcoólatra e os irmãos não moram na cidade, mas o telefone não foi atendido.

Em contato com o delegado José Marcelo, delegado de Cansanção, contou que a cidade está sem delegado titular, ele é apenas substituto e delegacia funciona apenas em horário administrativo (8h às 12 e 14 às 18h). “Esse fato aconteceu a noite e poderia ter sido atendido pela PM, que se tivesse encontrado ele nessa situação de tentar entrar na casa, de causar dano, poderia ter apresentado ao plantão em Bonfim, se fosse o caso de flagrante”. O delegado informou que o inquérito já foi instaurado e foi marcado para amanhã a oitiva do marido de Isis.

Já a PM afirmou, em nota, que os policiais militares do 6º BPM com a ajuda de um policial civil capturaram o homem e conduziram para a delegacia que fica na cidade de Cansanção. A polícia afirmou que foi acionada, por volta das 22h30, após um homem que aparentava ter problemas mentais invadir um estabelecimento comercial e tentar entrar na residência que fica na parte de cima da loja.

A nota segue afirmando que quando a guarnição chegou ao local o indivíduo que já havia quebrado a vitrine, estava com uma faca ameaçando um dos moradores e fugiu para a própria casa, mas foi capturado.



Mulher é ameaçada e tem casa invadida dois dias seguidos por perseguidor Mulher é ameaçada e tem casa invadida dois dias seguidos por perseguidor Reviewed by Redação on maio 14, 2019 Rating: 5
Tecnologia do Blogger.